quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Nesta quinta feira 13/12/12 o Secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Caaporã, Carlos Ferreira e o Coordenador Rosendo Junior, da Caaporã FM, foram a Destilaria Tabú, ande foi recebido pelo Gerente Administrativo Paulo Araújo




Responsabilidade Ambiental
Uma das preocupações da Agro Industrial Tabu é estar sempre investindo em políticas de Gestão Ambiental. A área do complexo está inserida dentro da abrangência da Bacia Hidrográfica do Abiaí-Popocas, compreendendo os Riachos Lava Mangaba e Rio Cupissora que limitam-se com a propriedade à norte e sul, respectivamente.

Consciente de sua responsabilidade ambiental, a empresa instituiu como estratégia organizacional, um avanço contínuo de seu desempenho através da melhoria de seus processos, controle e monitoramento ambiental e disponibilidade de recursos humanos e materiais.

Programa de Gestão Ambiental:


Prevenir acidentes ambientais e incêndio conscientizando os colaboradores nos cuidados da manutenção elétrica e no controle das queimadas.
Conscientização dos colabores sobre o descarte de resíduos.
Otimizar a utilização e manter a qualidade das águas de todas as fontes.
Realizar programa anual de palestras/seminários.
Projetos Paisagísticos.
Uso racional de agrotóxicos .
Controle biológico de pragas.
Reflorestamento de áreas degradas.
Projeto sementeira - Produção de mudas para reflorestamento.
Corredor Faunístico
Para garantir a preservação do seu patrimônio natural, como a Reserva Legal Pindorama e a Praia do Cabeça, a Tabu desenvolve vários projetos na área de gestão ambiental. Suas áreas de reserva legal estão protegidas e suas matas guardam grande diversidade florestal do Bioma - Mata Atlântica.

Além dos projetos de conservação das Áreas de Preservação Permanente (APP), que totalizam 520,86 hectares, a Agro Industrial Tabu está investindo em um projeto de reflorestamento em um terreno de 109,99 hectares para formação de um corredor faunístico. O corredor é uma estrada de árvores de cerca de 30 metros em cada margem dos riachos que funcionará como uma via entre os açudes Pindorama, do Passarinho, do Areeiro e a Reserva Pindorama.

Ele vai possibilitar que os animais circulem com mais facilidade pela Reserva Legal Pindorama e pelas matas ciliares dos riachos e açudes. O espaço terá 97 hectares reflorestados com vegetação de mata ciliar, como cupiúba, cajá, aroeira, dendê, macaíba, ingá, oliveira, mangueira entre outras árvores. A previsão é que o projeto seja concluído em oito anos, ficando pronto em 2014.

Túneis serão construídos sob a estrada para criar uma espécie de cordão de isolamento que permita o livre curso dos animais e garanta meios para sua sobrevivência. Entre os animais que devem voltar à reserva estão capivaras, tatus, papa-mel, tamanduás, além de diversos tipos de aves.

Educação Ambiental
Educação ambiental é ensinada desde cedo na Agro Industrial Tabu. Das crianças, filhos dos funcionários, até os níveis gerenciais mais altos, todos se envolvem em processos de proteção da natureza. Os trabalhos visam garantir que a empresa execute seus processos produtivos, tanto na área agrícola, como industrial, sem comprometer o ecossistema ao seu redor.

No decorrer do ano, crianças e adultos em conjunto com a comunidade e escolas do município de recebem lição de preservação e participam de projetos para conscientizar moradores e visitantes da cidade. Entre os programas destacam-se: Florescer (que promove o reflorestamento), Adote uma praia (que cuida da limpeza da beira-mar, ajudando a conscientizar banhistas a não jogar lixo na areia) e Adote uma árvore.

Para preservar o meio ambiente, a unidade ainda possui uma sementeira de reflorestamento, que cultiva plantas regionais como pata de vaca e brasileirinho, e promove também o controle da emissão de fumaça da sua frota e a redução do consumo de água na lavagem da cana.
Texto: www.destilariatabu.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário